quinta-feira, 10 de maio de 2012


                                                                         Perfeito.





Você não é aquilo que tem nem o que faz. Apenas tem suas capacidades e 
limitações, como o resto das pessoas. Não pense nos seus aspectos negativos, querendo mudá-los. Esforce-se no sentido de pensar nas suas qualidades positivas e esquecer um pouco seus defeitos. Isso ajuda a pensar que, apesar deles, você é uma boa pessoa. Isso não quer dizer que deva ignorar seus defeitos, mas, muitas vezes, ao tentar corrigi-los, você se torna ainda mais infeliz por não ter conseguido sucesso do que em saber que tem determinado defeito. O caminho mais fácil é confiar nas suas qualidades sempre. Com elas em primeiro plano, aceite seus defeitos tentando melhorar-se, mas perdoando-se por ser limitado. Pessoas felizes constatam suas falhas e aceitam que isto não as faz derrotadas, são apenas características naturais de todos os seres humanos: ter capacidades e defeitos. Pessoas infelizes se culpam e dão ênfase às suas derrotas, e através delas fazem o conceito daquilo que são, não permitindo a si mesmas abrir possibilidades para que resultados positivos possam fazer parte dos seus futuros pois, para elas, sempre foi e sempre será assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário